Melhoria da eficiência com uma estratégia de ativos baseada em dados

Operações eficientes exigem informações confiáveis, conectando pessoas, processos e ativos de forma eficaz, que podem ser obtidas por meio da priorização de ativos com base no risco comercial.

Se uma empresa de fabricação ou processamento otimiza as operações, adota as práticas recomendadas e empenha-se em manter os funcionários motivados, tem a garantia de superar as referências do setor? Não necessariamente, principalmente se as equipes de produção, manutenção e gerenciamento não estiverem falando a mesma língua ao tomar decisões orçamentárias em torno de escolhas de engenharia e estratégias de ativos. Uma estratégia de gestão de desempenho de ativos (APM) bem definida é fundamental para ter uma planta confiável, segura e rentável.

Vinculação de ativos a metas comerciais

Ativos operacionais são essenciais para toda operação de produção. Contudo, muitas empresas enfrentam o desafio de visualizar e priorizar a manutenção de ativos de uma perspectiva suficientemente ampla. Isso vale para plantas mais antigas construídas e modificadas ao longo de décadas, mas também pode ser um problema em instalações mais novas e racionalizadas. É difícil dar uma passo atrás na resolução de problemas do dia a dia, como o caráter urgente da manutenção reativa após uma estratégia de "funcionar até quebrar", para arranjar tempo para examinar o quadro mais amplo.

Entretanto, após o esforço inicial de análise da raiz do problema, muitos benefícios e muita eficiência são obtidos com o tempo. A avaliação de ativos em relação às metas comerciais pode acelerar muito a criação de procedimentos precisos de tomadas de decisão, ajudando a desenvolver uma estratégia de ativos abrangente baseada em riscos.

As empresas precisam de um meio para que todos os departamentos relacionados cheguem a um acordo sobre os riscos completos da linha de produção e os impactos comerciais associados, até o nível dos ativos. Para conseguirem isso, a manutenção baseada na confiabilidade (RCM) traça uma linha clara que vincula o comportamento de falha dos ativos às consequências comerciais, facilitando a comunicação coerente entre os departamentos, desde o chão de fábrica até a sala da diretoria.

Mais facilidade na reflexão baseada em riscos

Poucas empresas têm a sorte de contar com uma visão completa de seu estado atual e como ela se relaciona com os planos futuros. Esse número reduzido muitas vezes decorre de dados contextuais insuficientes. Uma ótima maneira de começar é priorizar os ativos por risco comercial em caso de falha. A assistência de bibliotecas criadas previamente baseadas em dados de confiabilidade, reunidos por especialistas do setor, acelera esse processo. Com os dados e conexões certos entre pessoas, processos e ativos, os usuários podem ver melhor o verdadeiro impacto dos ativos nos negócios. Um ativo pode não ser imediatamente essencial para a produção, mas as peças de reposição têm um longo tempo de aprovisionamento e, portanto, qualquer falha acaba afetando os resultados. Além disso, outros ativos podem ser promovidos a "essenciais" devido a questões de segurança e conformidade, em oposição às necessidades de produção. Com dados coerentes e boa visibilidade, as empresas ganham consciência situacional para implementar uma estratégia de ativos concentrada nos objetivos da empresa, equilibrando riscos, custos e desempenho de ativos.
 

A discussão sobre como desenvolver e implementar uma estratégia de APM eficaz costuma se concentrar muito em somente um ou dois aspectos das pessoas, dos processos e dos ativos envolvidos. Entretanto, podem-se empregar sistemas digitais para criar uma solução holística que:

  1. Capacite as pessoas, alinhando suas funções com seus talentos.
  2. Libere o fluxo de dados entre sistemas e pessoas por meio de processos e tecnologias simplificados.
  3. Traduza as metas comerciais para que todos possam entendê-las dentro do contexto.
  4. Utilize análises comparativas, mas garanta a compreensão de todo o histórico.
  5. Adote uma visão holística, antevendo o final do processo e trabalhando de trás para frente para identificar o primeiro passo.

Dados insuficientes e equipes isoladas impedem que os usuários vejam por onde começar a desenvolver uma estratégia de APM. A AVEVA pode ajudar você a obter as informações necessárias para criar sua estrutura de APM. Além disso, ajudamos a priorizar ativos com base no seu risco de falha, custo de manutenção e contribuição geral para o negócio. Por sua vez, essas considerações podem ser alinhadas diretamente com os objetivos comerciais para disponibilidade de ativos, conformidade com o HSE, produtividade e rentabilidade. Essas ações certamente levam a ganhos rápidos e são essenciais para uma estratégia de sucesso de longo prazo, vista através de um único prisma confiável em toda a empresa.

Saiba como a AVEVA pode ajudar sua empresa a criar uma estratégia de gestão de desempenho de ativos baseada em dados.



Inscreva-se para receber informações atualizadas

Inscreva-se em nosso newsletter informativo e receba todas as informações mais recentes, diretamente da fonte.

Inscreva-se hoje mesmo